Notícias

Secretaria da Agricultura mostra potencial da silagem de milho altamente nutritiva para gado de corte e leite

27/04/2021 - Elmiro de Deus/Governo do Tocantins

A silagem de milho utilizada na alimentação e como suplementação na entressafra para os animais é uma excelente estratégia para os pecuaristas, sendo altamente nutritiva, alcançando alto desempenho, principalmente para gado leiteiro e corte. Neste sentido, a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro) implantou uma silagem modelo de milho, no Centro Agrotecnológico de Palmas, visando mostrar, aos produtores, o potencial nutritivo para os animais.

O engenheiro agrônomo da Seagro, Antônio Cássio Oliveira Filho, ressalta a importância de uma lavoura bem conduzida, com bom aspecto nutricional para produzir uma alimentação volumosa de alta qualidade. Segundo ele, o produtor deve estar atento a todas as etapas da ensilagem, desde a colheita do milho até o início da abertura do silo, pois são cuidados fundamentais para garantir uma boa silagem e a manutenção dessas características pelo tempo que precisar ficar armazenada.

 “Neste caso podemos citar o ponto certo de colher o milho, atingido de 30 a 35 % de matéria seca; tamanho do material picado entre 10 a 20 milímetros; compactação bem feita para que a forragem fique densa, eliminando todo o oxigênio possível da massa ensilada e fechamento do silo, utilizando uma lona de boa qualidade, bem esticada para que não entre ar e isolar a área, tudo isso para uma silagem de qualidade”, ressaltou o engenheiro agrônomo.

O engenheiro recomenda ainda aguardar o término do processo de fermentação da silagem (de 20 a 30 dias), para iniciar a utilização da mesma. “Diante de todos esses cuidados, o pecuarista garante assim, maior desempenho dos animais, aumentando sua lucratividade”, complementou.

Experiência

A produtora e zootecnista, Célia Rodrigues Toledo, proprietária da chácara, Nossa Senhora Aparecida, em Palmas, utiliza a silagem de milho há 11 anos. Ela conta quais as vantagens na alimentação das vacas leiteiras que cria na propriedade.  “Nossas vacas são todas tratadas no cocho e não vão ao pasto. O nosso custo fica mais elevado, entretanto a silagem de milho possui quantidade satisfatória de proteína e energia para suprir as necessidades das vacas, fazendo a suplementação de concentrado na hora da ordenha”, ressaltou.

A produtora acrescenta ainda que o diferencial da silagem de milho, entre os outros tipos de silagem é o período em que se pode ficar armazenada podendo ficar ensilada por mais tempo, desde que bem coberta. “Com isso, pode ser feito o plantio do milho em grande quantidade para realizar a ensilagem e usar no período em que se tem menor oferta de capim”, reforçou.

Visita - agendamento

Os produtores interessados em conhecer o modelo de silagem de milho, implantado no Centro Agrotecnológico de Palmas, devem entrar em contato com a diretoria de Agricultura, Agronegócio e Pecuária da Seagro pelo telefone 63 3218-7615.