Notícias

Em Gurupi, cenário favorável para o cultivo de tilápia é destaque em reunião com pequenos produtores

12/11/2020 - Edvânia Peregrini/Governo do Tocantins

O cenário favorável do Estado do Tocantins para o cultivo de tilápia foi destaque na manhã desta quarta-feira, 11, durante a realização do Mutirão do Agrocrédito e lançamento do Programa Tilápia - Vida na água aos produtores da zona rural Jandira, em Gurupi. Esta ação é uma iniciativa do Governo do Tocantins, por meio da parceria entre o Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) e a Agência de Fomento para motivar os pequenos produtores, por meio da disponibilização de linha de crédito e outros incentivos, para o desenvolvimento da piscicultura, e principalmente, garantir a renda e a segurança alimentar do pequeno produtor.

A novidade do Mutirão, apresentada pelo presidente do Ruraltins e secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura, Thiago Dourado, e pela presidente da Fomento, Denise Domingues, é a disponibilização, por parte do Governo do Tocantins, de R$ 10 milhões em linha de crédito, para que o produtor tenha a oportunidade investir na atividade e garantir o sustento familiar. O interessado terá a oportunidade de financiar de R$ 1 mil até R$ 200 mil no custeio e no investimento no projeto técnico, e ainda ter todo o acompanhamento técnico do órgão rural.

Durante a apresentação, o gestor Thiago Dourado pontuou, além das áreas propícias e da abundância hídrica, as políticas públicas implementadas para se investir no cultivo de tilápia. “É um cenário que a gente tem segurança institucional; aprovação da espécie mais consumida do mundo, mais aceita no mercado nacional e internacional, condição ambiental flexibilizada para o pequeno produtor, incentivo fiscal, e não para por aí", afirmou o gestor.

"O governador Mauro Carlesse melhorou a condição da indústria da ração para o pequeno, que é a base da produção da piscicultura, instituindo o Pró-Indústria, que reduz em até 75% o ICMS [Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços]. Então, criou-se um ambiente de incentivo da cadeia produtiva para fomentar isso. E avançamos mais ainda, criamos uma linha de crédito específica com baixa taxa de juros e continuamos avançando. Na semana passada, capacitamos 40 extensionistas focados em piscicultura na prática. Hoje, não existe nenhum estado no Brasil que tenha um ambiente de desenvolvimento da piscicultura como o Tocantins”, pontuou o gestor Thiago Dourado, destacando que esta é a oportunidade para investir no setor.

“A piscicultura é uma oportunidade para a região sul, aqui [Gurupi] há toda uma logística tanto de insumo, na produção de ração, quanto de mercado para produzirem e se tornarem competitivos no mercado de peixe”, reforçou o gestor.

O presidente da Associação Jandira, Jorge Cabral, recebeu a proposta com muito interesse. “No início, eu estava meio receoso, porque o produtor rural tem medo de dever; mas, com os esclarecimentos, vi que os técnicos do Ruraltins vão visitar a nossa propriedade, levantar os custos e saber quanto podemos investir nesse projeto. Eu achei interessante, porque é voltada para o desenvolvimento da região e principalmente para a agricultura familiar. O governo tendo essa ideia e o técnico do Ruraltins, estando ao nosso lado do começo ao fim, acredito sim que a gente pode ter um bom resultado”, frisou o produtor.

Também atenta à proposta apresentada, a produtora Marlizete Rodrigues de Andrade mostrou interesse em conhecer mais sobre o projeto e já marcou para receber a visita técnica do Ruraltins. “É uma proposta muito boa para o pequeno produtor, porque mostrou que é uma atividade rentável e, tendo força para trabalhar e fazer as coisas certas, e principalmente trabalhando com a parceria do Ruraltins, com os técnicos para ajudar, vai ser maravilhoso”, comemorou a produtora.

O Mutirão contou ainda com a participação do vice-presidente do Ruraltins, José Aníbal Lamatina; do diretor de Assistência Técnica e Extensão Rural, Marco Aurélio Gonçalves Vaz; e da equipe técnica da Regional de Gurupi.

 

Edição: Alba Cobo

Revisão Textual: Marynne Juliate