Notícias

Seagro assina convênios para fortalecer a pecuária tocantinense

13/12/2018 - Eliane Tenório / Governo do Tocantins

O Governo do Tocantins, por meio da secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro) realizou, na manhã desta quinta-feira, 13, as assinaturas de convênios para o fomento e fortalecimento da pecuária tocantinense. As ações foram realizadas durante o 1º Seminário do Plano Estratégico do Tocantins Livre de Febre Aftosa sem Vacinação e 1º Fórum de Pecuária Sustentável do Tocantins, que se estende até às 18h 30, no auditório do Palácio Araguaia, em Palmas.

Entre as ações do período da manhã foram instituídos a política pública do Programa Estadual de Melhoria da Qualidade Genética de Rebanhos - Pró-Genética Tocantins, com objetivo de estimular a aquisição e a utilização de reprodutores, matrizes e material genético para o melhoramento do rebanho do Estado e apoio na organização dos eventos de promoção da cadeia produtiva buscando fortalecimento de parceiros.

Convênio com o IFTO

Em seguida, foi assinado o convênio de Termo de Cooperação Técnica, entre a Secretaria da Agricultura com o Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Tocantins (IFTO), visando ao estabelecimento de mútua cooperação nas áreas de ensino pesquisa extensão e gestão.

O secretario da Seagro, Thiago Pereira Dourado, explicou sobre como o plantio de grãos, com ênfase para a soja, pressiona o setor pecuário pra que se torne sustentável no Tocantins. “Há muito investimento em tecnologia agrícola, com a expansão da soja, na medida em que as terras passam a valer mais, o setor da pecuária é pressionado a crescer de forma sustentável e a atividade sem tecnificação começa a ser financeiramente inviável. Então há uma necessidade de encontrar soluções, de investir em tecnologias para que volte a ser viável”, explicou.    

Já sobre a proposta de tornar o Tocantins livre da febre aftosa sem vacinação o secretário falou que o Estado ocupa o 6º lugar numa lista de 21 estados livre da febre aftosa com vacinação num plano nacional para que o Brasil seja considerado país livre da febre aftosa sem vacinação, produzindo carne bovina de melhor qualidade e alcançando mercados mais exigentes, mas que podem pagar melhor pelo produto. “O Governo do Tocantins está desenhando esse trabalho em todo o Estado para alcançarmos o status. No Tocantins a Adapec coordena os esforços para atrair a atenção dos produtores e pecuaristas para que comecem a entender a dinâmica da não vacinação”, afirmou.

O secretário informou também que há 21 anos o Estado é livre da febre aftosa com vacinação e que está trabalhando para um novo patamar livre de aftosa sem vacinação, o que gerará uma série de perspectivas para o mercado tocantinense de carne bovina, que é adentrar aos mercados que têm maior poder aquisitivo no mundo, como Estados Unidos, Europa e Japão.  “Esses mercados, hoje, não consomem carne com vacinação, então estamos trabalhando para atender a essas exigências”, afirmou.

Para o presidente da Associação de Nelore do Tocantins, o pecuarista José Luiz Boteon, o evento é muito importante porque visa a união dos produtores em torno da busca de soluções tecnológicas para o desenvolvimento de uma pecuária sustentável no Tocantins e que também é de extrema importância saber como será a retirada da vacina aftosa no Tocantins. “Precisamos desse incentivo do Governo do Estado que traz informações importantes para os pecuaristas. A retirada da vacina aftosa é um avanço, vai melhorar a qualidade e valorizar a carne brasileira”, afirmou.   

Ainda pela manhã houve a apresentação do Plano Estratégico Nacional para a retirada da vacinação contra febre aftosa, o histórico do combate à febre aftosa no Tocantins e as ações para controle do trânsito de animais entre os estados que fazem divisa com o Tocantins. 

Programação da tarde

Painel 1 - Diagnóstico e perspectivas futuras da cadeia produtiva da carne bovina – Secretário do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária - Thiago Dourado e o presidente da Fieto, Roberto Pires.

Painel 2 - Projeto ABC no Tocantins: Casos de Sucesso – Gerente de Agropecuária do Ruraltins e responsável pelo Projeto ABC no Tocantins, Ana Clara Bohnen e o gerente do Projeto ABC Cerrado do Senar Nacional, Rafael Rocha.

Debates: Moderador Eric Arthur Bastos Routledge – Pesquisador Chefe de P &D  da Embrapa  CNPASA

15h30 ÀS 17h30 – Apresentações

Painel 3 – Experiência dos Pecuaristas no Tocantins – Presidente da Associação dos Criadores de Nelore no Tocantins José Luiz Sanches Boteon e o proprietário da Agro3mil, Ricardo Dias

Painel 4 – A importância da organização na pecuária – Diretor Técnico da DSTAK (Assessoria Pecuária), Rafael Mazão e o gerente do escritório técnico regional da ABCZ em Palmas, Luiz Fernando De Paula  Salim

Debates – Moderador Maurício Bassani (MB Parceiros)

17h30 às 18h30 – Mesa Redonda  de encaminhamentos da Carta do Fórum.