Notícias

Secretaria reforça atividades do SIM com orientações e alternativas de produção de energia

10/10/2018 - Elmiro de Deus/Governo do Tocantins

A Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro) reuniu com secretários municipais, médicos Veterinários, engenheiros de Alimentos, inspetores e técnicos administrativos ligados ao Serviço de Inspeção Municipal (SIM) de 36 municípios do Estado para reforçar as atividades, orientação normativa e mostrar as diversas possibilidades produtivas no segmento de produtos de origem animal. A reunião aconteceu nesta última quinta-feira, 27, no auditório da Secretaria, em Palmas.

O secretário da Agricultura, Thiago Dourado, falou dos avanços alcançados, nos últimos anos, na agroindústria, citando os oito frigoríficos que estão sendo construídos no Estado. “A certificação de produtos é fundamental para potencializar o desenvolvimento nos municípios, expandindo a comercialização, os frigoríficos, por exemplo, terão a certificação do Serviço de Inspeção Estadual-Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal(SIE/SISB), garantindo a comercialização para outros estados”, esclareceu.

Capacitação

Iniciando a capacitação, a engenheira de Alimentos da Seagro, Kenia Lellis, explicou o passo a passo para implantação do Sim, lembrando os três eixos de atuação nos municípios: registrar, certificar e fiscalizar os produtos de origem animal. “A intenção é expandir cada vez mais o serviço de inspeção no Estado, iniciamos em 2011, em 9 municípios, atualmente alcançamos 106, partindo para outros municípios, garantindo um produto de qualidade e, consequentemente alcançar novos mercados”, citou.

Alternativa

Na programação, na parte da tarde, o tecnólogo de Sistemas Elétricos da Seagro, Reginaldo Novaes abordará dois temas sobre a aplicação na geração de energia elétrica das agroindústrias de alimentos.  Ainda, será apresentado como alternativa o sistema de produção de energia em biodigestores.

Expansão

A capacitação traz, ainda, novos cenários da produção artesanal de produtos de origem animal no Brasil, assunto que frequentemente vem sendo debatido com os profissionais da área de alimentos. Também, nesta mesma tônica será apresentado o programa de educação sanitária desenvolvida pela Seagro nos últimos anos.

Segundo a engenheira de Alimentos da Seagro, Verônica Gonçalves, este assunto, “é uma grande oportunidade para os profissionais tirarem suas dúvidas sobre o novo modelo de fiscalização orientada”.

Técnica

A técnica administrativa do SIM, representando o município de Gurupi, Adriana Pereira disse que a capacitação é um instrumento de reforço ao conhecimento. “É fundamental estarmos conectado as inovações, principalmente quando falamos de qualidade dos produtos alimentícios e, o que aprendemos aqui levaremos para nosso município adequando, assim, as normas de segurança alimentar”, reforçou.